11 razões pelas quais você não deve fazer faculdade – Veja Alternativas

Tempo de leitura: 24 minutos

Não fazer faculdade é um caminho viável?

Acho que a pergunta a ser feita não é exatamente essa.
A pergunta é: fazer faculdade, de alguma forma ainda vale a pena?

O sonho de 99% dos pais presentes, daqueles que se preocupam com o futuro dos filhos, inclui algo semelhante a “conseguir uma vaga em uma boa faculdade, para garantir um bom emprego e uma vida feliz”.

E isso é perfeitamente plausível, visto que desde o século XVII, com a revolução industrial, a especialização em uma determinada área é considerada a garantia de um bom emprego.

Um bom emprego é garantia de dinheiro.

E dinheiro, teoricamente, é garantia de felicidade.

Correto?

Um dia, já foi!

Mas estamos em um mundo um pouquinho (muito, extremamente) diferente.

E nossos pais (digo nossos pois estou escrevendo esse artigo com 22 anos, faço parte da chamada Geração Y) foram criados ainda nesse sistema de ensino. É perfeitamente compreensível que tenham essa mentalidade.

Que mentalidade é essa? De onde ela surgiu?

Escrevi no ano passado um artigo chamado “Porquê não devemos aprender o que nos ensinam na escola“, nele eu faço a seguinte citação:

“Esse molde vem da Era Industrial, que começou com a Revolução Industrial na Inglaterra, onde as grandes indústrias desde o século XVII precisavam de nada mais do que mão de obra para operar as máquinas. (…)

O sistema de ensino como conhecemos hoje surgiu nesse contexto, para ”produzir” bons funcionários.

É claro que muita coisa evoluiu, mas a ideia principal continua exatamente a mesma.

O modelo de ensino que seguimos no Brasil prioriza a educação engessada de certas matérias e ignora completamente os 9 tipos de inteligência humana”

 

A Era Industrial é passado, sintonize-se na Era da Informação.

Quer você queira ou não, os tempos mudaram.

Alguns dados importantes antes de começar:

  • Mais da metade dos alunos que começam a faculdade não concluem porque não era o curso que queriam.
  • 78% das pessoas que se formam no Brasil não atuam na área que formaram por não conseguirem emprego ou porque os salários não compensam.
  • Os índices de suicídios entre jovens é 4 vezes maior entre aqueles que estão na universidade, em sua grande maioria as vítimas são aqueles que entraram muito jovens na universidade, antes dos 20.
    E um dos principais motivos é a depressão causada por sentirem que estão perdendo os melhores anos de suas vidas fazendo algo que não gostam para agradar os familiares e a sociedade em geral.

Estruturar a sua vida profissional e financeira nos moldes da Era Industrial pode ser um grande tiro no pé, tanto profissionalmente quanto pessoalmente.

Pois, além de você não conseguir alcançar os seus objetivos profissionais, corre o risco de viver eternamente infeliz.

Ainda acha que a faculdade é o melhor caminho a se seguir em todas as ocasiões?

Então relaxa, esse foi só um aperitivo. Agora é que vão começar os…


11 Motivos Para Você
NÃO Fazer Faculdade.


Em primeiro lugar é importante destacar que aqui no Virei Meu Chefe somos todos completamente a favor da Educação e temos convicção de que o conhecimento é a única coisa que não podem nos tirar.

E se você me perguntar se eu incentivaria meu filho a fazer uma faculdade eu respondo: É CLARO!

Desde que ele tenha convicção do que quer fazer e que, necessariamente, realizar seu sonho deva passar primeiramente por concluir uma faculdade.

Por exemplo: se ele quiser ser médico, ele deverá ter um ensino superior concluído no curso de Medicina. É óbvio!

Mas antes de tomar uma decisão como essa ele deve ser perguntar: porque eu quero ser médico?

Pra ganhar bem? Por prestígio social? Estabilidade? Ajudar as pessoas?

Pois bem, é sábio analisar que existem outras diversas formas de se ajudar as pessoas, ganhar bem, ter prestígio social e estabilidade. Eu disse diversas, milhares, se não milhões de outras maneiras.

 


NO FINAL DESSE ARTIGO, VEJA ALGUMAS DESSAS MANEIRAS 


E muitas delas não envolvem gerar uma dívida de milionária antes de se formar para depois conseguir recuperar esse dinheiro.
Correndo o risco de descobrir que plantões de 48 horas nunca foram o sonho da vida dele.

Jájá falaremos sobre os custos x retornos de uma faculdade. Ainda mais de medicina.

Mas, se o sonho dele for segurar um bisturi e ajudar as pessoas através da medicina, vai ter meu total e incessante apoio do início ao fim.

Vamos lá?


 1) Você não escolhe fazer faculdade, você faz porque te ensinaram que é o melhor caminho. E isso é MENTIRA!


Na maneira como nossos jovens são educados desde o primário, e isso inclui a educação dentro de casa pelos pais, a única opção que (as vezes) eles tem é a de escolher qual curso vai fazer.

Isso pois em muitos casos os próprios pais se personificam na criança e querem que eles sigam um caminho no qual esses pais gostariam de ter trilhado.

“Meu filho vai ser doutor”
“Meu filho vai ser advogado”
“Meu filho vai ser algo que eu quis e não consegui ser, ou vai seguir a profissão infeliz e medíocre do pai”

Soa familiar?

A verdade é que o nosso sistema de ensino não da escolhas aos nossos jovens.

Desde pequenos a informação de que fazer faculdade é o melhor caminho é implantada na memória dos garotos e, quando chega a hora de decidir o futuro (uma maldade, decidir seu futuro aos 18 anos) eles simplesmente podem optar por qual curso seguir. Isso se tiverem essa escolha.

Mas, por qual motivo dizem que esse é o único caminho?

Na Era Industrial, como vimos no início do texto, os trabalhadores eram incentivados a se especializar em uma micro área dentro da empresa, para operar as máquinas. As últimas gerações foram educadas assim, por isso os pais ainda pensam dessa maneira retrograda.

Mas tudo bem, os pais realmente acham que esse é o melhor caminho para os filhos. E, mesmo estando equivocados, eles são bem intencionados.entrada-cartao-memoria-cerebro

O maior problema está nas escolas!

A verdade é que as escolas (principalmente as particulares) são empresas ou instituições que vivem de resultados, como qualquer outra.

E qual o resultado uma escola pode fornecer?

Pelo menos aqui no Brasil, é exclusivamente a aprovação no vestibular.

A escola não ganha nada por formar um atleta, uma atriz, uma cantora e muito menos por injetar nas veias dos alunos o desejo de ser empreendedor.

Números! É isso que os alunos são, apenas números.

E quanto maior o número de aprovações no vestibular, melhor.

O Século XXI já chegou, e nós não estamos mais na Era Industrial, estamos na Era da Informação.

 

 


2) Com 18 anos você não precisa saber o que fazer pelo resto da vida.


adolescente_solo_y_triste_02Essa é sem dúvidas a maior crueldade que o nosso sistema de ensino faz com nossos jovens. É mais cruel ainda do que implantar uma pseudo-verdade de “caminho da felicidade” nas mentes dos alunos.

Não, meus caros pais e professores; ninguém tem de saber o que quer fazer pelo resto da vida antes dos
20.
Como disse Pedro Bial em Filtro Solar

Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam,
Aos 22, o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.

Fracasso não tem absolutamente nada a ver com falta de direção.

Se você não sabe o que fazer da vida ainda, ótimo! Vá descobrir. Depois faça.

Sabe o que acontece com os que são obrigados a decidirem sem ter convicção?

Fracassam!

Alguns fracassam por começarem um curso que não gostam e desistem no meio do caminho.

Outros fracassam por concluírem um curso que não gostam e se verem obrigados a trabalhar infelizes em uma área que não tem nada a ver com seus sonhos.

Outros ainda fracassam por concluírem um curso que não gostam e irem trabalhar em outra área completamente diferente, jogando fora todo o investimento de tempo e dinheiro feito na universidade.

Desistir de você mesmo, dos seus princípios e dos seus sonhos, para fazer o que a sociedade quer que você faça: isso é fracassar!


3) O que ensinam nas Universidades está obsoleto.


Estou escrevendo esse artigo em 2016.

Lembro-me bem de como era a comunicação 10 anos atrás.

5-7-07-nokia1100Na época eu tinha um Nokia 1100, aquele mesmo do jogo da cobrinha, com uma lanterninha de Led maneiríssima. E não vem com essa, você sabe do que eu estou falando.

Naquele tempo ainda existiam as famosas “conversas de 3 segundos” entre os celulares, colocar crédito no pré-pago era coisa de rico. As conversas eram através de mensagens de texto (limitadas, pois todas eram pagas) e raríssimas eram as ligações para números da mesma operadora.
Para outra operadora jamais!

Eu estava com 12 para 13 anos na época.

Hoje em dia crianças de 7 anos têm tablets, navegam ilimitadamente na internet, assistem de tudo no youtube e se comunicam pelo whatsapp. Sim, 7 anos.

Eu hoje tenho um celular um pouquinho mais moderno que meu antigo Nokia 1100.
Através dele me comunico com clientes de todo o Brasil. Crio campanhas publicitárias, divulgo meus artigos, vendo meus produtos, falo com parentes na Itália e amigos nos Estados Unidos. Tudo isso através do Wifi da minha casa.

Olha quanta coisa mudou em 10 anos!

E em 20 anos então… celulares em 1996 eram um luxo incomum.

A tecnologia e o conhecimento são mutáveis através do tempo. Na era em que vivemos mais ainda.
O que vale hoje, não valerá daqui a 5 anos.

Em uma universidade, falando de um curso de 8 anos por exemplo, quando o aluno estiver no sexto ano, os dois primeiros anos de estudo já mudaram, não tem mais valor.

Tudo muda! Não existe mais um conhecimento padronizado em nenhum campo; engenharia, medicina, advocacia, nutrição… em nenhum.

Sabe o que nossos jovens farão então ao concluírem o curso superior?

Estudarão mais um pouco para aprender as atualizações.

Farão um MBA, mestrado, doutorado… ai sim, talvez, estarão prontos para tentar um emprego.

Tentar!


4) Se a sua intenção é trabalhar para alguém; faculdade não é um diferencial.


“Se todo mundo está fazendo, existe uma grande chance de não ser o melhor a se fazer.
Fuja do efeito manada.

Flávio Augusto, empresário brasileiro criador da Wise Up, atualmente presidente do Orlando City.

Décadas atrás, ter um curso superior era um diferencial e tanto. O ensino era pouco acessível.

Esse é "Efeito Manda"
Esse é “Efeito Manda”

Não tínhamos a facilidade de fazer cursos a distâncias, por exemplo. Hoje em dia é possível concluir um ensino superior em 2 anos e meio sem sair de casa, pela internet.

E mesmo assim as pessoas insistem em acreditar que um diploma é um diferencial.

Lembra-se do dado que citei no começo do artigo?

“68% das pessoas que se formam no Brasil não atuam na área que formaram por não conseguirem emprego ou porque os salários não compensam.”

A verdade é que o ensino superior está prostituído! Qualquer um faz.

E isso não pode ser garantia de um bom emprego.

Na verdade não é sequer garantia de um emprego.

 


5)Custo x Benefício – um péssimo investimento.


 

Quanto custa fazer uma faculdade no Brasil?

Em geral são dadas duas opções aos nossos estudantes:

1° Opção) Estudar, fazer um bom ENEM e/ou vestibulares de Universidades Federais e estudar na Universidade que der pra passar. Se é no Acre ou em São Paulo pouco importa, o que é importa é ser uma federal.

cofre-porquinho-economia-financas-poupanca-dinheiro-1294678283226_956x500Nesse caso, a mensalidade do curso é gratuita. Mas existe o pesado custo de morar fora de casa.

Falo com propriedade sobre esse tema pois eu passei em uma universidade federal a 660 km da minha cidade e morei sozinho. Consegui um emprego de vendedor ganhando R$800,00 por mês.

Minha despesa era em média de R$1.200,00 incluindo moradia, transporte para a universidade, alimentação e só! Sem luxo algum.

Para quem estuda em horário integral e não pode trabalhar para pagar as contas, restam aos pais a missão de bancar tudo.

Para que o filho possa comer bem, morar relativamente bem e ter uma vida basicamente confortável o custo médio mensal deve girar em torno de R$1.800,00 por mês.

Multiplique esses R$1.800,00 por mês pelo tempo de faculdade (em média 8 anos, pois mesmo os curso mais curtos não são concluídos no prazo mínimo).

Se descontarmos os meses de férias, serão R$18.000,00 por ano. Teremos então R$144.000,00 no total.

Obs: desconsiderando inflação e custos extras como saúde por exemplo.

Em quanto tempo você espera recuperar esse investimento?

Ganhando R$1.500,00 por mês, vai demorar um pouquinho mais que o tempo da faculdade.

Só um detalhe; com R$130.000,00 você consegue comprar uma franquia da Cacau Show, que gera entre R$5.000,00 e R$30.000,00 mensais de lucro.

 

2° Opção) Continuar a morar com os pais e fazer uma universidade particular.

O custo da mensalidade é variável, vai aumentando ao longo do curso.

Na minha região, um curso de administração por exemplo custa em média R$1.000,00 ao longo da graduação, isso considerando o reajuste.

Somando isso ao transporte até a universidade, materiais didáticos que são comprados e alimentação no campus, teremos um valor semelhante aos R$1.800,00 da primeira opção.

Como diplomas de Universidades Particulares são menos valorizados no mercado de trabalho, talvez o tempo para recuperar o investimento seja maior.

 


6) Siga o que aprendeu na escola e seja um eterno escravo das suas dívidas.


Man at desk in shirt and tie holding his head and worrying about money.

Planejamento financeiro nunca foi ensinado na escola.

E acredite se quiser, na vida ter um bom planejamento financeiro é muito mais importante que as fórmulas de Bháskara ou Torricelli.

Mas, ninguém quis te ensinar isso, não foi?!

Pois bem, uma péssima ideia de planejamento financeiro se chama Financiamento Estudantil. No Brasil conhecido como FIES.

Começar a vida profissional atolado em dívidas não é muito inteligente. Realmente não é.

Se você descobrir que não é aquele curso o que quer para a sua vida, não vai importar. Afinal, você já tem uma dívida por ele. Se sentirá na obrigação de usar o que aprendeu ali para quitá-la.

Prevejo dias (anos) de infelicidade.

Espero que você realmente saiba o que está fazendo!

Uma boa dica de planejamento financeiro que posso lhe dar é; não deva nada a ninguém antes de conseguir uma fonte de receita estável.

 


7) Diploma custa caro, conhecimento é grátis


Em 1700 o conhecimento era limitado à aqueles que tinham dinheiro o suficiente para comprar A FONTE DA SABEDORIA.

Sabe o que era a Fonte da Sabedoria?

Pasmem, eram livros!

O conhecimento era restrito a esses ou aos que tinham o privilégio de poder mandar seus filhos às escolas.

Hoje em dia, com acesso à internet, é possível aprender absolutamente tudo sobre qualquer assunto que vier a lhe interessar.

Se você é do tipo que só usa a internet para acessar o facebook e assistir a videos eróticos, você não sabe o que está perdendo.serie-gestao-conhecimento-desafios-particas

A variedade de E-books Grátis disponíveis na internet é assustadora, assim como a qualidade de seus conteúdos.

Caso não consiga gratuitamente aquele que quer, você pode comprá-los através de sites especializados como o Amazon ou Saraiva. Absolutamente todo o conhecimento do mundo está a poucos cliques de distância.

Cursos gratuitos ou pagos são uma unanimidade na internet e tem muita gente fazendo fortuna com o conhecimento adquirido nesses cursos online.

Sabe qual a grande diferença em relação ao diploma de curso superior?

Um papel, conhecido como Canudo ou Diploma, onde está escrito “Oficialmente eu sei fazer Tal Coisa”.

O que realmente é importante? Saber fazer ou alguém dizer que você sabe fazer?

O mais cômico é que o “oficialmente” pouco vale.

A quantidade de pessoas formadas em administração que não sabem sequer administrar suas próprias contas é um cômico absurdo. Assim como a quantidade de construções de engenheiros tem desabado pelo mundo ou mortes e sequelas derivadas de erros médicos.

Saber fazer é mais importante. Conhecimento real é mais importante. E ele é grátis!

 

 

Está curtindo o artigo? Deixe seu e-mail e receba todas as novidades do blog.








8) Qual o preço da sua juventude?


 

Volto a dizer que, se o estudante tem certeza absoluta do que está fazendo e de que realizar seu sonho requer um ensino superior, ele deve realmente abdicar de algumas coisas importantes para realizá-lo.

Caso contrário, além de todos os fatores que falamos acima, eles estarão dedicando alguns dos melhores anos de sua juventude a algo que, lá na frente, não fará sentido algum.

Muitos dizem “nossa, a faculdade foi a melhor época da minha vida.”

E é verdade.kI6LW

Geralmente é uma época em que estamos longe do controle dos pais, conhecendo muitas pessoas diferentes, explorando ao máximo nossa sexualidade, flertando com pessoas do sexo oposto (ou não), praticando esportes, se entorpecendo com drogas lícitas ou não e nos sentindo livres como nunca.

Minha pegunta é; fazemos tudo isso porque estamos na universidade ou porque somos jovens, saudáveis e estamos descobrindo o mundo?

Eu particularmente tranquei minha faculdade em 2011 e nunca mais voltei. Podem apostar que os últimos 5 anos da minha vida foram intensos, e como foram.

Não é a universidade que te permite ser livre. É a sua idade, é a fase da vida.

Se você quer ser livre dentro de uma universidade seja, eu prefiro ser livre dentro do mundo todo. Meus “limites” são um pouco mais extensos.

 


9) Escravidão Moderna = Depender de um emprego


Talvez seja essa a maior tristeza de ter, como vimos no motivo 7, um papel escrito “oficialmente, sei fazer isso”.

Você oficialmente só sabe fazer isso.

E se a sua intenção é conseguir um emprego, você dependerá dele. Pois “só sabe fazer isso”.

E, infelizmente, meu caro. Sempre existirá alguém se formando agora, disposto a trabalhar o dobro que você, pela metade do seu salário.diploma

Seu patrão vai te amar tanto a medida de recusar uma proposta assim para te substituir?

Se você estudou a vida toda para ter um emprego comum, dificilmente terá um estilo de vida recheado de viagens, descobertas e emoção. Viverá com medo de perder o emprego, aquele emprego que pagará suas dívidas estudantis, lembra?

O emprego te limita em questão de horários e espaço físico para transitar.

O medo de perder o emprego te limita na questão de viver. Adeus saúde mental.

 


10) Faculdade é apenas mais um curso, apenas mais um.


 

Quando eu entendi isso minha vida mudou. Faculdade é só mais um curso.

Existem vários, milhões de cursos disponíveis no mundo todo para a área profissional.

estude-online

Cursos que te ensinam desde montar uma barraquinha de cachorro quente até a liderar uma equipe corporativa.

Cursos para trabalhar em casa, comprar franquias de sucesso, investir na bolsa de valores, trabalhar com artesanato, pintura, música, montar uma loja física, montar uma loja virtual, ganhar dinheiro enquanto faz trabalho social, ajudando as pessoas.

Tudo que você pensar.

Se você acha que a faculdade não é o caminho que vai te fazer feliz, não se sinta perdido. O Virei Meu Chefe tem a missão de te ajudar a viver realmente feliz, fazendo o que você gosta.

Vai ter um link no final desse artigo com algumas sugestões de cursos que nós já testamos.

 


11) Um mundo de novas possibilidades; você não pode perdê-lo


Então você me diz:

“Rafael, estou muito animado agora! Não sabia que tinha mais gente que pensava como eu.

Depois de ler seu artigo eu realmente decidi; não quero fazer faculdade, pelo menos não agora!
O que eu faço?”

As alternativas são inúmeras.

Mas, da mesma maneira que a ideia de “escolha entre esses cursos de ensino superior e vá ser alguém na vida” é errada, também não existe uma fórmula mágica e única para o que fazer, caso não queira fazer faculdade.

O melhor de não querer fazer uma faculdade tão cedo é: você pode fazer o que realmente gosta.

Então a pergunta é: o que você gosta de fazer?

Música? Pintura? Futebol? Ballet? Animais? Moda? Maquiagem? Artes marciais?

Nesses casos, que tal criar um blog e rentabilizá-lo? Já pensou em viver (e viver muito bem, ganhando realmente muito dinheiro) de algo que você simplesmente ama?

Olhe hoje para os seus pais, tios, vizinhos…

Eles fazem o que amam?

Se a resposta for “não”, você quer ser como eles?


CLIQUE AQUI PARA SABER TUDO SOBRE COMO CRIAR E RENTABILIZAR UM BLOG COM ALEX VARGAS – O MAIOR ESPECIALISTA EM MARKETING DIGITAL DO BRASIL


Outra alternativa:

Que tal você se especializar ainda mais naquilo que gosta e virar um professor(a)?

Professor de dança, de música, de artes marciais, de futebol…

Sempre tem alguém querendo aprender! Você se vê ensinando? Então ensine, poxa!

Quer mais?

Escreva um livro, crie uma ONG, crie sua própria empresa, faça um curso-técnico, trabalhe com a bolsa de valores. Faça algo que te motive!

Já reparou que você toma as melhores decisões da sua vida quando está inspirado?

Inspire-se fazendo o que ama.

Quem sabe quando você estiver extremamente inspirado, decida fazer uma faculdade para dar continuidade ao trabalho que você ama?!

Garanto que será melhor escolher assim do que sendo pressionado pelos pais e professores.

Como eu disse, fazer faculdade é apenas mais uma opção, é apenas mais um curso.

Abaixo quero deixar algumas outras opções de cursos onde você pode aprender uma profissão muito mais interessante que as opções de graduação tradicionais.

Confira ai!


CURSO DE TRADING ESPORTIVO – A BOLSA DE VALORES DOS ESPORTES

cursotraderesportivo (1)Esse curso é ideal para você que ama esportes.

O Trading Esportivo é uma febre nos Estados Unidos e na Europa, no Brasil é relativamente novo.

Basicamente você faz “apostas” nos jogos.
Mas não se engane e confunda com jogos de azar.

Pra quem entra nesse jogo bem instruído, existem técnicas bem simples e muito eficazes para você NUNCA sair perdendo e acumular um bom capital ao fim de cada jogo.

Nesse curso você irá aprender justamente quais são essas técnicas e poderá viver do esporte que ama.
Eu faço parte do clube Trader Esportivo 2.0 e toda semana “brinco um pouco”.

Nesse link você lê mais sobre a modalidade e aprende tudo:

Cadastre seu e-mail e clique no “Quero aprender”, assim vão te enviar alguns materiais gratuiros e também a proposta para adquirir o curso.

Palavra de quem é aluno: vale muito, mas muito a pena mesmo!


BOLSA DE VALORES – CURSO INVESTIDOR DE SUCESSO

ids

 

Esse curso é ministrado por Marcello Vieira, simplesmente o Maior Professor de Investimentos em Bolsa de Valores do Brasil.

Marcello Vieira é médico há mais de 10 anos, líder de uma equipe de investidores e trabalha com investimentos na casa dos milhões há 8 anos.

É apontado como um dos maiores educadores financeiros do Brasil, reconhecido pela mídia e nos principais congressos de economia do país.

Sentiu firmeza no professor?

Confira esse vídeo onde ele se apresenta e mostra como mudou completamente a vida de muita, mas de muita gente mesmo com seus treinamentos.

Assistir à apresentação.

 


PROFISSÃO: BLOGUEIRO – Curso Fórmula Negócio Online

formula-negocio-online-bonus-630x315

 

É simplesmente o curso que te permite trabalhar com o que você quiser, de onde quiser, na hora que quiser, ganhando exatamente quanto se dispuser a ganhar (trabalhando para isso, claro).

Nesse curso você aprende absolutamente tudo sobre Marketing Digital.

Como criar um blog, como rentabilizá-lo com anúncios, como vender produtos dentro do seu blog, como criar artigos que as pessoas gostarão de ler, como criar vídeos que as pessoas gostarão de ver etc.

Esse curso foi essencial da criação do Virei Meu Chefe, visto que eu sempre tive uma paixão muito grande por empreendedorismo e por ajudar as pessoas a se libertarem das “amarras da vida tradicional”.

Sobre o professor: Alex Vargas é simplesmente o maior especialista em Marketing Digital do Brasil. Foi o homem que mais ganhou dinheiro em 2015 com o Hotmart, programa de afiliados mais famosos do país.

Para entender melhor como é o trabalho dele e como ele pode te ajudar a ter o estilo de vida que você sempre quis, clique no link abaixo. Essa apresentação em vídeo vai mexer muito com você.

Assistir à apresentação.


Gostou desse artigo?
Compartilhe com seus amigos


Não deixe de se cadastrar na nossa equipe para receber todas as novidades do blog.







Esse artigo foi útil para você?
Deixe sua opinião e nos ajude a contribuir com sua formação empreendedora.

fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, 

fazer faculdade, fazer faculdade, fazer faculdade, faculdade, 

Comentários

Comentários