7 angústias que você, como empreendedor, certamente já sentiu.

Tempo de leitura: 11 minutos

Antes de suas ideias darem certo e começarem a gerar receita, você com certeza passou por momentos difíceis.

Vivemos em uma sociedade que abomina o empreendedorismo (antes de dar certo, claro. Depois do sucesso o pessoal adora ser “amigo de empresário”).

As pessoas, de modo geral, tem muito preconceito em relação a novas ideias, principalmente no campo profissional.

Somos ensinados a estudar, fazer uma faculdade, conseguir um emprego, trabalhar até a aposentadoria e morrer.
Esse é o modelo de vida e morte padrão e querer fugir dele pode significar muita desaprovação social.

Se você tem realmente um espírito empreendedor, certamente já passou por alguma dessas sete situações desagradáveis abaixo antes de conseguir, de fato, viver de algo que você mesmo criou.

Se por acaso você ainda estiver enfrentando alguma delas, relaxe. No final temos uma Sugestão VIP para cada problema.

Vamos lá!

As grandes angústias dos empreendedores

1 ideias no money

sem-dinheiro-para-aniversarioRaríssimos são os empreendimentos que não demandam algum capital para começar a girar. Seja um negócio digital, um salão de beleza ou até mesmo trabalhar com vendas diretas, grande parte dos pequenos negócios carecem de um investimento inicial, mesmo que baixo.

Quantas vezes você já teve uma grande ideia, que solucionaria o problema de um bom público e encheria seus bolsos de dinheiro? Acredito que, assim como eu, muitas.

Mas, muitas vezes essas ideias permanecem engavetadas por falta de dinheiro. Mesmo que você acredite piamente que sua ideia é excelente e que renderá um bom retorno, não é simples tirar do bolso um dinheiro que você não tem.

Se você já passou por isso, sabe o quanto dói.

Só não dói mais do que ver alguém ter uma ideia parecida, depois de você, colocando em prática e ganhando dinheiro com ela. Isso sim dói muito.
Aqui vos escreve um ex-especialista em ideias engavetadas.
Acredite; você não vai querer se especializar nessa área. Pagam super mal.

 

Solução

 

Procure um padrinho. Você provavelmente conhece alguém que tenha um bom capital e que gostaria de fazer um bom investimento. Faça com que essa pessoa invista em você.

Mostre para ela qual é o seu projeto, faça uma estimativa de lucros apresentando prazo de retorno do investimento, faturamento médio mensal, pesquisa de mercado para demonstrar que o negócio tem potencial e, caso já exista algum negócio parecido em outro lugar, use-o como exemplo e demonstre seus números.

Se essa pessoa confia em você, é meio caminho andado, faça com que, além disso, ela confie também na sua ideia. Assim ela terá muito prazer em te ajudar e mais prazer ainda em lucrar junto com você.

Com esse lucro você conseguirá financiar outros projetos, além de expandir esse atual.

Não espere até alguém colocar a sua ideia em prática, isso vai te consumir para o resto da vida.

 

Dica extra: Se você ainda não baixou nosso e-book grátis sobre os 5 mercados que mais crescem durante a crise, nele você pode encontrar uma ótima opção de negócio sem grande investimento de capital.

Para baixá-lo gratuitamente clique aqui

 

2 AMIGOS E FAMI

patinhofeio3

Então você é o patinho feio da sua família?

Bom, eu sou filho de dois professores universitários e tranquei minha universidade federal no primeiro semestre para nunca mais voltar. Tudo em nome de criar o meu negócio e ter a minha vida para mim. Portanto, acredite: eu sei o que é ser o patinho feio.

 

Eu estudei a vida toda em escolas particulares, como meus pais eram professores eu sempre tive desconto através do sindicato dos professores. Isso foi ótimo para mim.  Sempre estudei com pessoas com um alto padrão de vida, hoje meus ex-colegas de classe estão quase todos formados, muitos trabalhando fora do país, fazendo intercâmbios ou já exercendo suas profissões tradicionais.

Pouquíssimos de meus colegas se aventuraram como eu na vida de empreendedor.

Diversas vezes, mesmo convicto do meu caminho, chorei sozinho no quarto enquanto via as fotos da formatura da minha turma de faculdade. Me perguntava se eu realmente fiz a escolha certa, se realmente investir na criação do meu negócio foi uma boa ideia. Muitas vezes eu não tinha resposta.

Mais triste ainda eu ficava ao ver meus ex-colegas de escola se formando.

Parei de sofrer por me sentir “ficando para trás” no dia em entendi um conceito muito simples e extremamente objetivo que quero compartilhar com você.

Mas não consigo explicar esse conceito através de um artigo, minha capacidade como escritor ainda é limitada nesse ponto.

Portanto, fiz um vídeo. E quero que você o assista assim que terminar de ler esse artigo.

 

Solução

 

Assista a esse vídeo (clicando aqui) e entenda o motivo pelo qual você nunca deve se sentir o patinho feio só por pensar diferente. Serviu para mim, espero que sirva para você também.

 

3 enxergar erros

COMO-TROCAR-UM-PRODUTO-COM-DEFEITO

 

 

Quando eu iniciei o curso de Administração na Universidade Federal de Diamantina (UFVJM) o meu intuito não era me tornar um grande administrador de uma grande empresa.

Eu queria na verdade fundar a minha empresa e administrá-la. Por isso tranquei o curso. Descobri que o que nos ensinam na universidade (não só em adm e sim na maioria dos cursos) é a ser um bom empregado. Eu nunca quis ser um bom empregado.

Tranquei o curso, voltei para minha cidade e ingressei no mercado de trabalho. Diversas foram as situações onde os gestores da empresa estavam equivocados quanto a um processo ou a uma forma de lidar com os colaboradores, mas quem era eu para dizer que eles estavam errados?

Perdi a conta de quantas vezes falei e não fui ouvido, por fim já havia perdido também as contas de quantas vezes quis falar mas não senti confiança para argumentar. Eu mesmo já pensava “quem sou eu para dizer que eles estão errados?”.

Por fim, a medida que cresci profissionalmente tive certeza de algo que, até então, era uma teoria minha; ser um bom gestor de pessoas não se aprende na universidade, não se aprende com teorias. E sim com prática e principalmente, vocação.

É óbvio que um bom estudo teórico vai ajudar muito e te ensinar várias técnicas que farão toda a diferença. Mas o essencial nenhum livro irá te ensinar.

O mais interessante é que depois de verem que você conseguiu criar algo sozinho, muitos desses “Srs. você sabe com quem está falando?” vão lhe pedir ajuda, dicas e sugestões (as vezes até dinheiro) e nunca vão colocar em pauta a sua formação acadêmica.

O seu termômetro será o sucesso!

 

Solução

 

Pesquise, planeje, ensaie, treine, pesquise mais uma vez e tenha certeza absoluta sobre a sugestão que dará. Não deixe qualquer brecha para dúvidas, sempre que apontar um problema busque ter uma solução e o mais importante: fale com convicção.

Quando virem que você sabe do que está falando, as chances de que você seja ouvido aumentarão muito.

 

4 louco

b30bafb42c3bda3f2a5f2a4e51ed7527Você se perguntará isso constantemente.

E o melhor, vão lhe perguntar isso com mais frequência ainda. E isso é um ótimo sinal.

Como diria o empresário Flávio Augusto, autor do livro Geração de Valor :

“eu não me preocupo com a crise. Eu me preocupo com a minha loucura. Quando as pessoas param de dizer que eu estou louco é terrível, é sinal de que estou começando a pensar igual a elas. E isso eu não posso, não quero e não aceito. Não vou ser apenas mais um. Nesse momento eu coloco toda a minha loucura para trabalhar.”

 

Conselho de amigo: não vá para onde todos estão indo. Lá também pagam muito mal!

 

Solução

 

Leia esse artigo (clicando aqui) do próprio Flávio Augusto.

 

 

5 AMIGOS

 

03Os bons você só conhece nos momentos difíceis.

Se você já passou ou está passando por algum dos momentos descritos aqui, você com certeza sabe que não é um momento fácil na sua vida.

Dúvidas, incertezas, falta de dinheiro, problemas pessoais e as vezes até problemas de saúde se agravam em meio a tanta turbulência.

Nessa hora você perde muitos amigos, ou pelo menos se afasta de boa parte deles para focar nos seus projetos.

Alguns se vão porque não entendem o seu jeito de encarar a vida, há um conflito de ideias e quando um pensamento não se encaixa no outro é melhor se distanciar.
Outros apenas pelo motivo de você não estar bem, e para se proteger, acabam não querendo compartilhar da sua dor.

Não se preocupe, isso é normal. Você fará novas amizades e manterá por perto aqueles que realmente te querem bem.

 

Solução

 

Busque formar novas amizades com pessoas que pensam de maneira semelhante a você e dê muito, mas muito valor nas amizades que prevalecerem.

 

Ei, está curtindo esse artigo? Que tal se cadastrar seu e-mail para receber todas as novidades do blog?! 😉







6) questionar

size_810_16_9_trabalho-sob-pressãoVocê duvidará de si mesmo, muito mais que os outros duvidam.

Mil vezes acreditará que isso não é para você, que a sorte não te escolheu, que você é um fracasso completo. Vai duvidar que é possível.

 

Ou pior, vai acreditar que é possível, mas duvidará que você consegue. Mesmo quando muitos te apoiam e acreditam em você!

 

Solução

 

Resultados!

Mesmo que pouco expressivos, começar a colher frutos é o que nos faz acreditar ainda mais no nosso ideal. Cada caso produz frutos em um determinado tempo, mas busque colher um pouco e reinvestir esse retorno. Isso dará sustentabilidade ao seu negócio e ânimo para prosseguir.

 

7 des
diamante Antes de começar a colher os frutos é muito normal pensar em desistir, é normal sentir-se ficando para trás, imaginar que deveria estar fazendo outra coisa.

Geralmente esse sentimento passa quando você se imagina levando uma vida comum.

Trabalhando com horário fixo, rezando para chegar a sexta-feira porque não aguenta mais seu chefe, pedindo pelo amor de Deus que cheguem as 18:30 pois aqueles seus sapatos estão te matando e implorando para poder ficar na cama mais 5 minutinhos pois ainda são 6:20 da manhã.

Você não nasceu para viver assim, e por mais que você pense em desistir, uma hora ou outra vai acabar vendo que não vale a pena ser mais um.

Isso não quer dizer que você não deverá desistir nunca; podem haver sim algumas ideias ou projetos que não darão certo. Então você deverá abortá-los e começar um novo. Até encontrar aquele que será O SEU PROJETO.

O importante é que você não desista facilmente e se for pra desistir, desista do veículo utilizado, jamais desista da causa. Espero que tenha conseguido compreender.

 

Solução

 

Faço questão de que você assista a esse vídeo (clique aqui) de um dos meus mentores Pedro Superti, mega empresário especialista em Marketing Digital; sem dúvidas foi um dos vídeos que mais me motivou em toda a minha carreira.

Me fez enxergar meus projetos de uma maneira totalmente nova, um enorme ensinamento sobre a arte empreender.

Cadastre agora seu e-mail para receber todas as novidades do blog. 😉












angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias,

 


QUEM AMA COMPARTILHA


Esse artigo foi útil para você? 
Deixe seu comentário e nos ajude a contribuir com sua formação empreendedora.

angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, angústias, 

Comentários

Comentários