Google Ads: produtos e práticas proibidos Saiba o que pode e o que não pode ser veiculado no Google Ads

Google Ads oferece muitas oportunidades, mas também tem lá suas restrições. Veja aqui alguns produtos e práticas que a plataforma proíbe.

Tem gente que acha que pode vender qualquer coisa na internet, usando o Google Ads. Mas, não é bem assim não. Para anunciar na plataforma é preciso que o anúncio siga todas as regras e esteja totalmente de acordo com a política de publicidade do Google.

E, acontece que tem alguns assuntos e práticas que a plataforma considera inapropriados e não autoriza que sejam feitos anúncios sobre eles.

A intenção é proteger o público de anúncios de produtos que possam enganar ou prejudicar o usuário.

Em geral, o Google Ads bloqueia anúncios de produtos considerados perigosos ou falsificados, fraudes e conteúdo ofensivo. E, para quem insiste em anunciar produtos e serviços assim, as punições podem ser severas: a campanha pode ser negada e, pior, a conta pode ser bloqueada e nenhum outro anúncio (nem mesmo o mais inofensivo) poderá ser feito a partir de então.

O Google Ads bloqueia anúncios de produtos considerados perigosos, falsificados e ofensivos
O Google Ads bloqueia anúncios de produtos considerados perigosos, falsificados e ofensivos

Quer saber que anúncios são esses que podem ser “censurados” em plena democracia?

A gente te conta…

 

Que produtos o Google bloqueia, afinal?

 

  • Produtos falsificados

O Google Ads proíbe anúncios de produtos falsificados, ou seja, semelhantes ou idênticos aos originais, com etiquetas falsificadas, induzindo o usuário a erro e prejudicando a marca.

 

  • Produtos ou serviços perigosos

A plataforma bloqueia anúncios de produtos que possam causar danos, prejuízos ou ferimentos, como:

  • Drogas químicas ou naturais
  • Armas, munição e explosivos
  • Fogos de artifício
  • Tabaco

 

E que práticas são barradas pelo Google Ads?

 

  • Comportamento desonesto

O Google Ads valoriza muito a questão da honestidade e tenta proteger seus usuários de anúncios que fomentem comportamento desonesto, do tipo:

  • Pirataria ou violação de softwares ou instruções para fazê-lo
  • Documentos falsificados
  • Serviços de ajuda acadêmica, ou seja, produção de trabalhos acadêmicos e TCCs (trabalhos de conclusão de curso)

 

  • Conteúdo inadequado ou ofensivo

A ideia do Google Ads é promover o respeito à diversidade.

Portanto, anúncios com conteúdo ofensivo ou agressivo ou que incitam a violência, o ódio ou a intolerância são barrados sim.

  • Bulling ou intimidação de indivíduos ou grupos
  • Discriminação e racismo
  • Produtos pertencentes a grupos hostis
  • Imagens de cenas de crimes e acidentes
  • Conteúdo que mostra crueldade com animais
  • Cenas de agressão e autoagressão
  • Uso de linguagem obscena

O Google Ads define, ainda algumas práticas que são consideradas inadequadas e, portanto, são proibidas em anúncios, como:

  • Distribuição de vírus e malware
  • Coleta inadequada de dados, como dados pessoais, de cartão de crédito e outros
  • Declarações falsas

Nesse último tópico, a gente tem de ficar muito esperto.

O Google Ads pode entender que as informações que a gente usa para compor nosso anúncio são enganosas e a gente pode ter um anúncio barrado mesmo sem estar promovendo nenhum produto perigoso ou que vá gerar dano ao usuário.

O cuidado com a linguagem usada é essencial.

 

Quer saber mais sobre como fazer anúncios do jeito certo no Google Ads? Clica aqui pra você conhecer nosso curso Estratégias de Vendas Online (clique aqui).

Lá tem todas as informações e um passo a passo maroto pra você fazer seus primeiros anúncios, sem ser barrado pela plataforma e já sair fazendo suas primeiras vendas.